Sessão Plenária de agosto

Novas metas de atendimento do Crea-SP foram destacadas

Retomando os trabalhos com a capacidade máxima permitida pelos órgãos de controle desde o início da flexibilização das restrições relativas à pandemia de Covid-19, o Crea-SP realizou na quinta-feira, 19, sua sessão plenária do mês de agosto.

Mesmo com o retorno presencial da maioria dos conselheiros, o Crea-SP segue adotando o modelo híbrido para a realização de suas reuniões e, durante a Plenária, cerca de 15% do efetivo de conselheiros optou por participar pelo modelo remoto.

Na ocasião, o Plenário do Crea-SP testou um novo sistema de votação de processos em substituição ao sistema utilizado anteriormente, que era feito com o auxílio de controle remoto. Pelo novo sistema, os conselheiros acessam um link para votação com login exclusivo para proceder ao voto por meio de seus próprios celulares.

Aproximação com instituições e jovens profissionais

O coordenador da Comissão Permanente de Relações Públicas, Eng. Eletric. Ricardo Rodrigues de França (Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos do Município de Guarulhos) reforçou o convite aos conselheiros interessados em ministrar palestras para participar do workshop que seria realizado na mesma data.

Com essas palestras, os conselheiros colaboram para difundir a importância da atividade do Conselho junto às mais diferentes instituições, como universidades, empresas, etc.

Já o conselheiro Eng. Quim. Érik Nunes Junqueira (também representante da Associação de Guarulhos), coordenador do Crea-SP Jovem, destacou o tema do encontro estadual da Comissão, que será realizado em dezembro deste ano.

Empresas de inovação que reúnem profissionais com perfil empreendedor, as startups servirão de tema para o encontro. “Vamos aproveitar essa oportunidade para ajudar os jovens profissionais a pensar ‘fora da caixa’”, disse Érik.

O presidente do Crea-SP, Engenheiro Vinicius Marchese Marinelli, reforçou a importância do papel da Comissão de olhar para o futuro. “O Crea Jovem nos ajuda a ter esta reflexão: o Conselho está preparado para o profissional que vai chegar? Esse trabalho começa a gerar uma conexão com os futuros profissionais que ainda se sentem muito distantes do Sistema”, frisou.

Fiscalização e atendimento

A plenária de agosto contou ainda com a presença do presidente da Câmara Municipal de Mogi Guaçu, Guilherme de Sousa Campos, o “Guilherme da Farmácia”, vereador já em seu terceiro mandato naquele município paulista.

O vereador destacou a repercussão da força-tarefa recentemente realizada pelo Crea-SP naquela região, ocasião em que o Conselho firmou uma parceria com a prefeitura local para ações de fiscalização e capacitação profissional no município.

No final de julho, o Conselho iniciou uma nova operação em seu call-center, ampliando as equipes e expandindo os horários de atendimento e, em 20 dias, já atingiu números expressivos: foram 22 mil atendimentos no período. “Chegamos a realizar 56 atendimentos simultâneos, com uma média de 1.500 atendimentos por dia”, ressaltou a gerente de Qualidade e Atendimento ao Cliente, Ana Carolina Nakandakari Augusto.

“Uma das três principais críticas que o Conselho recebe são relativas à qualidade do seu atendimento”, destacou o presidente do Crea-SP ao chamar a equipe da Superintendência de Tecnologia e Inovação para apresentar os resultados das mudanças recentes. “São iniciativas que a gente precisa construir para oferecer uma experiência positiva durante essa interface com o público”, ressaltou Vinicius.

Fonte: Crea-SP

Compartilhe

Deixe um comentário